Como empacotar a casa para mudança

25-05-2015 15:05

Quer ler mais artigos destes temas? Visite a nova localização do blog: http://superorganizadablog.blogspot.pt/

A pedido da leitora Vânia Ribeirinho Alves, aqui vai o Post sobre empacotar os artigos da casa para mudança.

As mudanças devem ser planeadas com antecedência e com calma para que tudo dê certo. Vá empacotando conforme o tempo que tem e não entre em stress, não vale a pena, as mudanças não se fazem sozinhas! (era bom).

Antes de começar a empacotar e mesmo durante, faça uma seleção do que quer realmente levar, não leve tralha, é uma boa altura para se livrar dela (além de ter que empacotar menos coisas), uma vez que vai ter que organizar tudo para levar para a casa nova.

Primeiro de tudo, é importante fazer uma lista do que vai necessitar para empacotar.

Vai precisar de:

Caixas de cartão grandes (não demasiado grandes) e pequenas. Tente arranjá-las junto de supermercados ou armazéns, assim poupará dinheiro e eles livram-se das caixas.

Fita-cola larga para fechar e reforçar as caixas.

Fio de norte e corda para amarrar.

Jornal, papel de seda para empacotar os artigos mais frágeis e plástico de bolhas (arranja no AKI ou no Leroy Merlin).

Papelão em rolo.

Sacos plásticos grandes do lixo, não imagina as coisas que guardamos e que não necessitamos.

Sacos pequenos para guardar pequenos itens, como por exemplo os parafusos de um determinado móvel. Não se esqueça de colá-los com fita-cola ao móvel a que pertencem para não se perderem.

 

Sobre o empacotamento

Comece a empacotar um compartimente de cada vez, assim conseguirá organizar as caixas de uma maneira mais fácil e com a numeração toda seguida.

MUITO IMPORTANTE: Não se esqueça de anotar o que tem cada caixa, ou se preferir escreva por fora da caixa, mas será muito mais fácil e organizado optar por fazer uma lista com o conteúdo de cada caixa. Numere as caixas e escreva a indicação do compartimento para onde deverão ser colocadas no novo destino (roupa para o quarto, louças para a cozinha, etc.). Ao numerar pode também usar uma caneta de cor diferente para cada compartimento.

Exemplo: Caixa 1 – roupas/quarto

             Caixa 2 – louças/cozinha

Com este método, quando chegar à casa nova, cada caixa estará no seu compartimento correcto

Os primeiros artigos a empacotar são os menos necessários no dia-a-dia, tais como, livros, objectos decorativos, roupas e calçado de outra estação e que não está a usar no momento, cobertores, edredons e lençóis extra, CD´s e DVD, electrodomésticos pouco usados em suma tudo aquilo que não será necessário até à mudança.

Empacote os livros de pé, em caixotes mais pequenos ou serão muito pesados para carregar no dia das mudanças (reforce o fundo do cartão com fita adesiva larga).

A roupa e calçado que não está a usar coloque-os em caixas maiores (mas não muito grandes para não ficarem demasiado pesadas) e a que usa no dia-a-dia aproveite as malas que tiver para transportá-la, assim saberá exactamente onde estará a roupa fora de estação ou a que usa menos e a de uso diário, quando chegar à nova casa.

Use e abuse de edredons, toalhas e até cobertores para meter dentro artigos mais frágeis, ficarão melhor acomodados.

As caixas mais pequenas são óptimas para itens mais pequenos e para itens frágeis.

Use as caixas maiores para itens mais leves, tais como edredons, almofadas, etc.

Se as caixas ficarem com espaços vazios preencha-os com papel, para os itens não andarem a “dançar”.

Os quadros e passe-partout com vidro devem ser envolvidos em papel de bolha depois em papelão e amarrados com fio (ou se preferir fita cola).

Para os objectos mais frágeis de louça, vidro e cristal que podem partir, embrulhe-os um a um em plástico de bolha (para copos normais pode colocá-los uns dentro dos outros e pratos/travessas uns em cima dos outros) presos com fita-cola. As tampas dos bules e açucareiros devem ser embaladas separadamente dos mesmos. Antes de os meter na caixa, forre a caixa com plástico de bolha, assim terá a certeza que tudo ficou o melhor acomodado possível (preenchendo os vazios com jornal). Copos de pé e taças devem ter uma protecção extra com papel de seda, antes do plástico bolha. Vidros e porcelanas mais resistentes por baixo e os mais frágeis por cima. Na caixa deve mencionar “Frágil”, em letras grandes e a vermelho e não exagere no peso, para serem mais fáceis de carregar e não correr riscos.

Panelas, tachos e sertãs devem ser embalados em papelão (cuidado com as tampas de vidro que devem ser embalados com papel bolha).

Meta em algumas caixas alguns itens necessários para os primeiros dias, mudas de roupa, calçado, chinelos de quarto, itens de casa de banho (escova/pente, escovas de dentes, papel higiénico, sabonete, shampoo), lençóis, almofadas, toalhas, cobertore/édredon, comida, itens de cozinha (pratos, copos, talheres, alguns tachos, alguns tupperwares, sacos do lixo, rolo de papel cozinha, guardanapos, detergente, esponja, panos multiuso) e tudo aquilo que achar conveniente levar. Se tiver crianças não se esqueça de levar alguns brinquedos. Estas caixas devem ser distinguidas das demais e abertas assim que chegar à casa nova. Tomar esta providência vai ajudar muito quando chegar à casa nova e precisar de ter alguns itens do dia-a-dia, à mão.

Enrole os tapetes e carpetes e prenda-os com um fio.

Agrupe as caixas todas no compartimento maior da casa, quando chegar o dia da mudança, não precisa de andar de compartimento em compartimento à procura  das caixas.

Jóias e objectos mais valiosos devem ir consigo na mudança.

Quando chegar à casa nova não abra todas as caixas de uma só vez, vá abrindo uma de cada vez e organizando tudo com calma nos seus devidos lugares. Quando der por isso tem a casa toda arrumada e organizada.

Boa sorte! Espero ajudá-la com as dicas acima.

Obrigada

Marlene Borges

Quer ler mais artigos destes temas? Visite a nova localização do blog: http://superorganizadablog.blogspot.pt/

Comentários

Não foram encontrados comentários.